Pitimbu Clik

Idealizador Do Blog
Victor Mateus

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Fotos de Carolina Dieckmann nua são postadas em site de prefeitura




Fotos de Carolina Dieckmann nua são postadas em site de prefeituraUma página do site da prefeitura de Carapicuíba, na Grande São Paulo, foi invadida ontem (16) por hackers que postaram fotos da atriz Carolina Dieckmann nua.

A assessoria de imprensa da prefeitura informou que chegou a tirar as imagens do ar nesta tarde, mas elas foram postadas novamente pelos invasores. Por volta das 20h, a assessoria informou que o setor responsável estava "investigando de que forma ocorreu a invasão para assim tomar as providências necessárias".

Na terça-feira, o site da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) também foi invadido por hackers. No caso da Cetesb, as fotos da atriz ocuparam o lugar da página principal. A Cetesb informou que não houve prejuízo às informações do site . O órgão informou também que acionará a polícia para investigar o caso. saiba mais

'Voltar a viver' A atriz Carolina Dieckmann falou pela primeira vez, no Jornal Nacional da noite desta segunda-feira (14), sobre o roubo de 36 fotos íntimas, que foram publicadas na internet. "Acho que agora vou poder voltar a viver, porque minha vida estava em suspenso", disse, sobre o alívio que sentiu pela polícia ter encontrado suspeitos. Em entrevista a Patrícia Poeta, ela disse que "nunca" cogitou ceder à extorsão - a atriz afirma ter recebido um pedido de R$ 10 mil para evitar a publicação das imagens.

A polícia identificou quatro suspeitos de terem roubado as fotos do computador da atriz. Os envolvidos serão indiciados por furto, extorsão qualificada - e difamação.

Nunca serão eliminadas Em entrevista ao G1, Thiago Tavares, presidente da Safernet, organização não governamental de defesa dos direitos humanos na rede, disse que as fotos da atriz Carolina Dieckmann, que vazaram na internet no dia 4 de maio, “nunca” poderão ser completamente eliminadas da rede.

“Essas fotos já se perpetuaram na rede. Fizemos um levantamento que mediu a propagação em apenas um pedaço da internet, uma fatia da rede, que é a web”, contou Tavares. “Além disso, as imagens estão salvas em centenas de milhares de HDs. Não tem mais como voltar a ser privado.”


G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário