Pitimbu Clik

Idealizador Do Blog
Victor Mateus

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

MP constata fraude ao Enem em Minas Gerais e Mato Grosso




MP constata fraude ao Enem em Minas Gerais e Mato GrossoUma investigação do Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) em parceria com a Polícia Civil de Minas confirmou na quarta-feira que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi fraudado. Segundo o delegado da Polícia Civil Antônio Prado, a quadrilha conseguiu os cadernos de questão antes da aplicação das provas, em Mato Grosso. As investigações mostraram que entre 15 e 20 candidatos tiveram acesso às respostas.


De acordo com o delegado, a polícia tem os registros das comunicações feitas entre os envolvidos na fraude. As investigações, que começaram em abril, apontam indícios de um esquema lucrativo que há anos pode estar fraudando vestibulares e o Enem.


Este grupo é considerado pela polícia uma das principais organizações criminosas especializadas em fraudar vestibulares no País. No último domingo, 23 de novembro, 11 pessoas foram presas em flagrante repassando o gabarito das provas, por ponto eletrônico, a 22 candidatos que prestavam vestibular para a Faculdade de Ciências Médicas, em Belo Horizonte. Outra pessoa acusada de integrar o grupo foi presa na terça-feira (25). Os 12 integrantes do grupo estão presos preventivamente.


Representantes do MP-MG e da Polícia Civil informaram que, somente nos últimos meses, quatro vestibulares de medicina, a maior parte no Estado de São Paulo, além do Enem, foram fraudados. Os investigadores também constataram que até janeiro de 2015 a organização pretendia atuar em outros cinco certames.


O grupo contava com “pilotos”, pessoas com alta capacidade intelectual, que faziam parte das provas rapidamente, saíam com os resultados das questões e, com o apoio de colaboradores e sob a coordenação de dois líderes, repassavam o gabarito para os candidatos, compradores das vagas, por meio de transmissão eletrônica, com a utilização de equipamentos de última geração, alguns deles importados da China.


As vagas para os vestibulares, conforme apurado, custavam entre R$ 50 mil e R$ 70 mil, e a maior parte do valor somente era depositada para o grupo criminoso após confirmada a aprovação do candidato. Pais dos candidatos suspeitos de comprar vagas também poderão ser investigados, indiciados e denunciados por fraude em certame de interesse público.


Já os operadores da fraude poderão responder pelos crimes de formação de organização criminosa, fraude em certame de interesse público, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.


Segundo o Ministério Público, os vestibulares e exames fraudados poderão ser anulados caso não se consiga identificar todas as pessoas favorecidas. A medida poderá ser tomada tanto via administrativa, caso o ente responsável pelo certame considere apropriado, quanto por meio judicial, se o Ministério Público comprovar o dano à coletividade.


Procurado para se manifestar sobre a investigação, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disse que não foi informado, sequer contatado, pela Polícia Civil de Minas Gerais sobre o teor das investigações. “O Instituto já solicitou à Polícia Federal informações sobre o caso. O Inep reafirma que qualquer pessoa que tenha utilizado métodos ilícitos para obter vantagens no Enem será sumariamente eliminado do exame, sem prejuízo a outras sanções legais”, disse em nota.



Agência Brasil

Políticas públicas para animais são discutidas na CMJP




Políticas públicas para animais são discutidas na CMJP  A Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) discutiu, na tarde desta quarta-feira (26), a criação de uma clínica pública para o atendimento de animais no Município, como também de um espaço para sua reabilitação e de uma delegacia específica para denúncias de maus tratos. A sessão especial foi proposta pela vereadora Raissa Lacerda (PSD).

Os trabalhos da mesa foram secretariados pelo vereador João dos Santos (PR). Ainda compuseram a mesa o gerente de Vigilância Ambiental e Zoonoses, Sílvio Ribeiro; o presidente da Associação de Proteção Animal Amigo Bicho (APAAB), Carlos Marcone; o representante do Batalhão da Polícia Ambiental, major Tibério; a ONG Harpias, Nathália Regina; o Movimento Adota João Pessoa, Polyana Dantas; a professora da comissão Bem Estar da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Zélia Bora e representando a Secretaria Municipal de Segurança Urbana, Maria Bethânia. Também estiveram presentes o vereador Raoni Mendes (PDT), representantes de ONGs e entidades de defesa dos animais que lotaram a galeria e o plenário da CMJP.

“Quando eu acredito em uma causa, eu abraço e vou até o fim. A situação dos animais abandonados será mais um tema que vou defender com unhas e dentes, pois essa discussão também é uma questão de saúde pública. Fiquei muito feliz quando o grupo Adota João Pessoa, que tem um trabalho formidável na defesa dos animais abandonados, me procurou, pedindo que eu abraçasse essa causa. E assim como outras questões que defendo, nesta vou até o fim”, justificou a vereadora que também destacou que muitas vezes os animais são abandonados porque os donos não têm condições de criá-los por causa dos altos custos que demandam.

A vereadora que lembrou que há duas leis de sua autoria em vigor que tratam da saúde animal. A Lei 12.078/2011 instituiu a realização permanente de prevenção de doenças provocadas por cães e gatos a fim de evitar uma desordenada proliferação desses animais. Já a Lei 12.747/2013 instituiu no calendário de eventos do Município, a Semana de Proteção dos Animais. Além disso, a vereadora é autora de uma Indicação (115/2013), que dispõe sobre a criação de um “Disque Denúncia Municipal” contra maus tratos aos animais. A parlamentar anunciou que comprou um terreno, no bairro de Mangabeira, que será doado para construção da clínica tão almejada.

Durante a sessão foram exibidas imagens de maus tratos a animais que sensibilizaram aos participantes, além de slides que expuseram as principais razões para se lutar por uma política pública pelos animais. De acordo com a exposição, haverá um controle do crescimento populacional de animais de rua, evitam-se acidentes de trânsito ocasionados por animais em vias públicas e a proliferação de doenças, além de trazer economia para os cofres públicos por trabalhar com a prevenção de acidentes e doenças.


A professora Zélia Bora falou que além da criação da clínica pública para os animais, deverá haver a continuação da luta pela construção do Hospital Veterinário, além da criação de ambulatórios veterinários nos bairros da Capital. “O Brasil precisa se tornar um país respeitável. Temos que aceitar que, a questão dos animais é um problema de saúde pública e de compaixão. Temos que ter responsabilidade moral, ética e cristã. Não concebo um cristão desprezar um animal. Na UFPB tivemos uma boa notícia, o deputado federal Manoel Júnior nos garantiu uma emenda no Orçamento destinada para a construção do Centro de Emergência e Urgências Veterinárias da UFPB”, disse a professora.


Silvio Ribeiro destacou o bom relacionamento entre a instituição e as ONGs e os protetores dos animais, bem diferente do que já foi no passado. De acordo com ele, sempre que há intervenções que vão demandar a eutanásia, os protetores são notificados e participam do processo. O gerente falou que o Centro de Zoonoses disponibiliza os serviços de castração animal e a eutanásia em casos comprovados de calazar (leishmaniose visceral).


O vereador Raoni Mendes lembrou que o tema é discutido na CMJP desde 2011, por diversos parlamentares pessoenses, mas até o momento nada foi realizado. Ele cobrou uma política pública para animais em João Pessoa. Todos os participantes que falaram durante a sessão evidenciaram a necessidade de conscientizar a sociedade sobre a importância do respeito aos animais. Eles apresentaram diversas considerações que foram reunidas em documento que será apresentado ao prefeito Luciano Cartaxo, durante audiência, que será agendada pela vereadora Raissa Lacerda, prevista para o início de dezembro.


Ao final das discussões, a parlamentar formou uma comissão com o vereador João dos Santos e representantes das ONGs presentes na sessão e que vão acompanhá-la na audiência com o prefeito. No documento elaborado para apresentação constam os seguintes pontos: abertura do Centro de Zoonoses por 24h, construção de ambulatórios veterinários em zonas da cidade, a efetivação do “Disque Denúncia Maus Tratos aos Animais”, a distribuição de coleiras antileishmaniose e de mudas de citronela (planta medicinal utilizada como repelente para insetos) e de vacinas antivirais e antileishmaniose. A construção da clínica ou a liberação de convênios com clínicas veterinárias particulares da cidade será a pauta principal da audiência. Ainda foi sugerida a solicitação ao Governo do Estado da volta do fumacê.


Ascom

Novo ranking da Fifa reserva poucas mudanças; confira




Novo ranking da Fifa reserva poucas mudanças; confiraNa manhã desta quinta-feira, foi divulgada a atualização no ranking de seleções da Fifa, considerando os amistosos e jogos oficiais do mês de novembro. A relação revelou poucas mudanças entre os 20 primeiros ranqueados, e manteve a Alemanha, seleção que conquistou o tetracampeonato mundial no Brasil, na liderança, seguida por Argentina e Colômbia.


Além dos três primeiros, Bélgica e Holanda ainda aparecem à frente do Brasil, que ocupa apenas a sexta colocação, com 1.316 pontos somados, cerca de 400 a menos do que a líder Alemanha. A Costa Rica, uma das maiores surpresas da Copa do Mundo, vem desenvolvendo um bom trabalho mesmo após o término do mundial e aparece na 16ª posição, com 995 pontos. Já França e Portugal aparecem empatadas, com 1.160 pontos.


Se no ‘top 20’ não houve muitas alterações, nas demais posições do ranking, sobretudo após os 100 primeiros, aconteceram muitas mudanças. A seleção de Nova Guiné ganhou 17 posições e chegou ao ‘top 50’ após duas vitórias pelas Eliminatórias da Copa Africana de Nações. Porém, o maior salto do ranking foi da seleção das Ilhas Faroe, que após vencer a Grécia pelas Eliminatórias da Euro 2016, subiu 82 posições no ranking.


A seleção do Egito foi uma das que mais se deu mal com a atualização. Pelos resultados recentes, os egípcios perderam 131 pontos, decaindo 22 posições na classificação. Porém, a representação que mais perdeu posições, no total, foi o Iraque, que caiu 23 posições.


Confira as vinte primeiras seleções do ranking da Fifa de novembro:

1º: Alemanha – 1.725 pontos

2º: Argentina – 1.538 pontos

3º: Colômbia – 1.449 pontos

4º: Bélgica – 1.417 pontos

5º: Holanda – 1.374 pontos

6º: Brasil – 1.316 pontos

7º: França – 1.160 pontos

8º: Portugal – 1.160 pontos

9º: Espanha – 1.142 pontos

10º: Uruguai – 1.135 pontos

11°: Itália – 1.103 pontos

12º: Suíça – 1.091 pontos

13º: Inglaterra – 1.032 pontos

14º: Chile – 1.022 pontos

15º: Romênia – 1.014 pontos

16º: Costa Rica – 995 pontos

17º República Tcheca – 987 pontos

18º: Argélia – 948 pontos

19º: Croácia – 946 pontos

20º: México – 913 pontos



Gazeta Net

Mega acumula e pode pagar R$ 7,5 mi




Mega acumula e pode pagar R$ 7,5 miA Caixa Econômica  Federal (CEF) sorteou na noite desta quarta-feira (26) as seis dezenas referentes ao concurso número 1.656 da Mega-Sena. O sorteio aconteceu na cidade de Osasco, Grande São Paulo. Nenhum apostador acertou as seis dezenas sorteadas e a expectativa é que o prêmio acumulado chegue a R$ 7,5 milhões no sorteio do próximo sábado (29).

Os números sorteados foram: 04 - 06 - 11 - 43 - 54 - 56

De acordo com a Caixa, 55 apostas acertaram cinco dezenas e vão receber prêmio de R$ 34.902,47 cada. Outras 5.037 apostas vão receber R$ 544,43 cada por acertarem quatro dezenas.



IG

Menor posta foto de assassinato em rede social




Menor posta foto de assassinato em rede social O adolescente de 16 anos suspeito de matar o vigia de carros Marcos Vinícius Caixeta, 18 anos, postou uma foto do crime em seu perfil no Facebook. A imagem onde ele aparece apontando uma arma para a vítima foi publicada na tarde da última segunda-feira (24), dois dias após crime e algumas horas antes de ele ser apreendido enquanto fazia manobras arriscadas em uma motocicleta em Goiânia. Ao ser detido, os policiais encontraram no seu celular um vídeo da execução do vigia de carros.

No perfil do suspeito, consta que a profissão dele é chefe na empresa "Cracolândia". Várias pessoas comentaram a foto. Uma delas aprova a atitude: "Safado tem que morrer". Outro rapaz critica o ato: "Pq [sic] vc fez isso (...) tu tem família".


O adolescente está detido na Delegacia de Polícia de Apuração de Atos Infracionais (Depai). Os outros dois envolvidos ainda são procurados pela polícia. Ao delegado responsável pelo caso, Kleyton Manoel Dias, o menor afirmou já ter cometido outros dois homicídios.

"Ele disse que certa vez, quando estava passando férias na casa da avó, no Pará, matou uma pessoa, mas não deu muitos detalhes. Na mesma conversa, ele disse que em meados do ano passado estava usando drogas na Avenida 85, quando outro usuário se aproximou, houve uma briga e ele assassinou o rapaz a facadas", afirmou. A polícia apura se os dois casos são procedentes.

A frieza do suspeito impressionou até mesmo a polícia. "O comportamento dele é normal, frio, tranquilo. Chama bastante atenção o fato de uma pessoa tão jovem ter tanto desapego com a vida dessa forma. O que para gente às vezes é tragédia, para ele é uma coisa normal", descreve.

Última vítima

Marcos Vinícius, que era órfão e foi criado pela avó, Rosalina Dias Caixeta, de 72 anos, foi enterrado na quarta-feira (26). A idosa disse que o garoto era usuário de drogas e lamenta não ter conseguido livrá-lo do vício: "Tentava arrumar escola para ele, emprego, mas ele não gostava e começou a mexer com droga. Primeiro, maconha, mas a situação se complicou quando ele começou a usar crack, há uns três meses".

Ela contou que foi avisada da morte do neto por vizinhos. "Eles viram na televisão e vieram me contar. Fiquei desesperada, sem saber o que fazer", disse ao G1. A avó contou que o pai de Marcos Vinícius morreu há 15 anos e a mãe, há 11. Em junho do ano passado, o irmão mais velho do jovem, de 21 anos, também morreu assassinado, com um tiro na cabeça, no Setor Urias Magalhães, em Goiânia.

Vídeo

No vídeo encontrado no celular do suspeito, Marcos Vinícius aparece em um carro com os três suspeitos. Eles zombam com a vítima: “Chegou sua hora. Olha a missão hoje".

Após atirar, o adolescente ainda pisa na cabeça da vítima. Outro criminoso se aproxima de Marcos e atira mais cinco vezes. O menor detido ainda diz: “Desgraçado, vai com Deus”.

Quando foi apreendido , o menor confessou o crime: "Eu que matei ele. O crime cobra caro. Enquanto uns matam, outros morrem”.

A vítima foi identificada na terça-feira (25), no Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis, onde estava até então como indigente. O corpo havia sido localizado em uma estrada de terra entre Leopoldo de Bulhões e Bonfinópolis por um morador da região que passava pelo local.

Adolescente posta em rede social foto de execução em Goiás (Foto: Reprodução/ Facebook)Adolescente posta em rede social foto de execução em Goiás (Foto: Reprodução/ Facebook)

Atletas paraibanos ganham 11 medalhas nos Jogos Paralímpicos




Atletas paraibanos ganham 11 medalhas nos Jogos ParalímpicosOs atletas da Paraíba começaram bem as disputas dos Jogos Paralímpicos que estão sendo realizados em São Paulo, esta semana. No segundo dia de competições, o Atletismo garantiu 11 medalhas para os paraibanos. Além disso, a equipe do Goal Ball já está nas semifinais, após duas vitórias nesta quarta-feira (26). O Governo do Estado apoiou com o transporte para a delegação, por meio da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer.


“Os para-atletas sempre vêm dando alegrias ao estado da Paraíba, trazendo um excelente quantitativo de medalhas. As paralimpíadas escolares brasileiras representam a mais importante competição do para-desporto escolar do Brasil e por isso o Governo do Estado, pelo quarto ano seguido, fez questão de arcar com as passagens de avião de toda a delegação", falou o secretário da Secretaria de Juventude, Esportes e Lazer, Tibério Limeira.


O time de Goal Ball venceu o Pará por 10x0 e também o Rio Grande do Sul, mas pelo placar de 11x1. Com isso, a equipe está garantida nas semifinais do torneio e vai enfrentar a Bahia nesta quinta-feira (27).


Já no Atletismo os medalhistas foram os seguintes:

Bruna Dias – Ouro no arremesso e peso e Prata nos 100m rasos

Silvana Cardoso – Prata nos 100m rasos

Maria Eduarda Santos – Prata nos 100m rasos

Daniel Pablo – Bronze nos 400m rasos

Joéferson Marinho – Ouro no lançamento de dardo e prata nos 400m rasos

Elivélton Pinto – Ouro nos 400m rasos e Ouro no Salto em Distância

Vanessa da Silva – Ouro no arremesso de peso

Felipe dos Santos – Ouro no lançamento de dardo

Os jogos seguem até esta sexta-feira (28) na cidade de São Paulo-SP e são disputados por atletas de 12 a 17 anos.



Imagem ilustrativa

Secom-PB

Conselho pede que Róger não receba novos presos




Conselho pede que Róger não receba novos presosPresos amontoados em condições sub-humanas; denúncias de aberturas de ventilação vedadas como forma de castigo coletivo; internos ainda não condenados definitivamente, submetidos à condição desumana. Essas são algumas das constatações do relatório de visita do Conselho Estadual de Direitos Humanos na Paraíba (CEDH-PB) à Penitenciária Modelo Desembargador Flósculo da Nóbrega, conhecida como Presídio do Róger, localizada na capital paraibana. O relatório foi divulgado nesta quarta-feira, 26 de novembro, pelo CEDH-PB, do qual o Ministério Público Federal (MPF) é órgão integrante.

Foram duas visitas: a primeira, não anunciada previamente, em 4 de novembro de 2014, não pode ocorrer dentro do presídio, em razão de uma operação “pente fino” que estava sendo realizada, na qual presos eram obrigados a correr nus sob vigilância da patrulha que se encontrava no estabelecimento prisional. Fotos foram tiradas deste procedimento e publicadas no relatório. A segunda visita foi realizada em 10 de novembro, mas os participantes não puderam entrar em todos os espaços do presídio. Verificou-se e documentou-se a situação de desorganização e contínua degradação do estabelecimento destinado a presos provisórios.

As piores situações foram constatadas na área denominada de “isolado”, onde 11 internos estavam amontoados em condições sub-humanas, e nas celas de reconhecimento, destinadas à observação de recém-chegados: duas celas onde estão acomodados 21 e 38 homens, respectivamente. Não há espaço suficiente para todos deitarem e os presos são obrigados a se revezarem para dormir.

Imagens – As fotos divulgadas com o relatório falam por si da condição desumana dos recém chegados ao Presídio do Róger. São internos que ainda estão sob a presunção legal de inocência, pois não foram condenados definitivamente. Os internos denunciaram ainda que a direção do presídio veda as aberturas de ventilação das celas como forma de castigo coletivo. Outras constatações dizem respeito à ausência total de assistência médica, social, educacional e trabalho. Ainda foram visitadas as celas destinadas à diversidade homoafetiva e aos detidos em razão da Lei Maria da Penha.

Interdição – O relatório renova o pedido de interdição do Róger para recebimento de novos presos, dirigindo o apelo à Corregedoria Geral de Justiça, à Vara das Execuções Penais e à Vara de Penas Alternativas. O relatório será encaminhado, dentre outras autoridades, ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), tendo em vista que nenhuma das recomendações feitas pelo CNJ, durante inspeção na Paraíba, em 2012, está sendo cumprida.

 
 
 
 
 

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

BC lança moedas das Olimpíadas




BC lança moedas das Olimpíadas O Banco Central lança na sexta-feira (28) nove moedas comemorativas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016: um modelo de ouro (com valor de face de R$ 10, cujo preço a ser pago pelo colecionador de R$ 1.180), quatro de prata (com valor de face de R$ 5 e custo de R$ 195) e quatro de circulação comum (com valor de face e custo de R$ 1).


O programa numismático dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 compreenderá ao todo 36 moedas, que serão lançadas até 2016.


A moeda de ouro homenageia, além do Cristo Redentor, a corrida de 100 metros rasos, um dos esportes que representa o lema Olímpico “Citius, Altius, Fortius” (mais rápido, mais alto, mais forte).


As moedas de prata homenageiam o Rio de Janeiro: os anversos, com paisagens conhecidas onde o carioca pratica esportes como remo, corrida, ciclismo e vôlei de praia; os reversos, com aspectos da cultura e da natureza da cidade e do Brasil. Toninha (espécie de golfinho), Bromélia, Arcos da Lapa eBossa Nova inauguram as quatro séries temáticas: Fauna, Flora, Arquitetura e Música, respectivamente.


Os esportes Olímpicos e Paralímpicos são os destaques das moedas de circulação comum. No primeiro lançamento, Atletismo e Natação representam dois dos esportes em que o Brasil conquistou mais medalhas em Jogos Olímpicos; Golfe​ e Paratriatlo, as duas modalidades que passarão a fazer parte dos Jogos de 2016.


As moedas de R$ 1 entrarão em circulação pela rede bancária e uma parte será vendida em embalagens especiais para coleção.


Segundo informações do BC, após o lançamento, as moedas poderão ser adquiridas no site do Banco do Brasil por meio de boleto bancário ou, no caso de correntistas do BB, débito em conta.


A tiragem máxima por moeda será de 20 milhões (máximo de 200 mil em cartelas) Preço de venda (moedas em cartelas): R$13.


Todos os projetos foram desenvolvidos pelas equipes do Banco Central e da Casa da Moeda do Brasil, com o suporte técnico do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.


Conheça as características das moedas:

Ouro

Valor: R$ 10

Composição: ouro 900/1000

Diâmetro: 16mm

Peso: 4,4g

Tiragem máxima por moeda: 5 mil

Preço de venda: R$ 1.180


Prata

Valor: R$ 5

Composição: prata 925/1000

Diâmetro: 40mm

Peso: 27g

Tiragem máxima por moeda: 25 mil

Preço de venda: R$ 195


Moedas de circulação comum

Valor: R$ 1

Composição: aço inox (núcleo) e aço revestido de bronze (anel)

Diâmetro: 27mm

Peso: 7g



IG

Penalty já vendeu mais de 20 mil camisas de Rogério Ceni




Penalty já vendeu mais de 20 mil camisas de Rogério Ceni Em meio à polêmica entre São Paulo, Rogério Ceni e Penalty sobre o lançamento de um uniforme para o goleiro usar em seu último jogo pelo clube, surgiu um novo problema. Os torcedores não param de comprar o modelo, mesmo que ele ainda não tenha sido oficialmente apresentado.


Segundo a Máquina do Esporte apurou, a camisa de “despedida” de Ceni, que foi colocada em pré-venda e ofertada a lojistas, já teve 20 mil peças vendidas. O número não é confirmado pela Penalty, que não vai comentar o assunto após a polêmica em torno da camisa.


O sucesso das vendas é mais um ingrediente no complicado enredo que se formou depois que a Penalty convocou uma entrevista coletiva à imprensa para apresentar o uniforme.


O evento, que aconteceria na última terça-feira, foi cancelado depois de clube e jogador iniciarem uma “batalha” contra a marca por causa da divulgação do evento sem ter sido consultados. A repercussão na mídia, de que o evento seria a confirmação de que Ceni se aposenta no fim do ano, gerou revolta no São Paulo e no atleta, que ainda não está totalmente decidido sobre o final da carreira.


Como o uniforme está tendo bastante procura, São Paulo e Rogério também perdem dinheiro com um eventual cancelamento de seu lançamento. A estimativa é de que a camisa possa gerar R$ 4 milhões em vendas.


Atualmente, as três partes têm discutido o que podem fazer para superar a crise e manter o planejamento inicial. Uma alternativa estudada no momento é fazer com que a camisa seja usada apenas no último jogo de Rogério, mesmo se ele não vier a acontecer neste ano.




maquinadoesporte.uol

Publicada lei que garante detecção precoce do câncer de próstata




Publicada lei que garante detecção precoce do câncer de próstata Foi publicada hoje (26) no Diário Oficial da União a Lei 13.045, que garante a detecção precoce do câncer de próstata pelo Sistema Único de Saúde (SUS).


Com a publicação, as unidades de saúde da rede pública são obrigadas a fazer exames de detecção precoce do câncer de próstata sempre que, a critério médico, o procedimento for considerado necessário.


A lei prevê a sensibilização de profissionais de saúde por meio da capacitação e da reciclagem em relação aos novos avanços nos campos da prevenção e da detecção precoce da doença.


Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) indicam que, no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre homens – seguido pelo câncer de pele não melanoma. Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total.


Ainda segundo o Inca, a doença é considerada um câncer da terceira idade, já que aproximadamente três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Na fase inicial, a evolução é silenciosa. Muitos pacientes não apresentam sintomas ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata (dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou a noite). Já na fase avançada, o câncer de próstata pode provocar dor óssea, sintomas urinários, infecção generalizada e insuficiência renal.


A estimativa é que, neste ano, 68.800 novos casos de câncer de próstata sejam registrados no Brasil.


Agência Brasil