Pitimbu Clik

Idealizador Do Blog
Victor Mateus

sábado, 14 de setembro de 2013

Jovem de 29 anos representa a Paraíba no Miss Plus Size 2013 neste domingo no Ceará




                                Jovem de 29 anos representa a Paraíba no Miss Plus Size 2013 neste domingo no Ceará

A sociedade desde muito tempo tem ditado padrões para tudo. Para ser bela tem que ser magra e alta, quem não for, foge da métrica considerada ideal, mas isso tem mudado. Apesar de ainda existir concursos de beleza que só premiam a magra, alta e bonita, com suas medidas rígidas, outros concursos premiam a mais bela plus size, (mulheres que usam manequim acima de 44) que são belas, não deixando a desejar em nada ao padrão considerado normal.


Mesmo não tendo as medidas das tradicionais miss, as modelos plus size não tem apenas os cinco centímetros a mais da miss Brasil Martha Rocha que em 1954 perdeu o miss universo por duas polegadas, mesmo sendo a mais bela e considerada a favorita na época. O manequim 44 pode não ser o mais harmonioso para se julgar baseado no padrão considerado ideal, mas sem dúvida tem mais beleza por centímetro quadrado para se observar e considerar para declarar quem é a mais bela.



A hora chegou para tantas mulheres ditas fora do padrão ideal de sair dos bastidores, da plateia ou do sofá de casa para entrar no hall dos desfiles e quem sabe representar um estado inteiro num concurso de beleza onde o julgamento vai além das medidas, mas julga sua simpatia, inteligência e garra de ser acima de tudo uma mulher que se aceita, se ama e que tem garra e orgulho de ser como é.



Esse é o caso da jovem paraibana de João Pessoa, Berlanya Brito. Modelo e editora do blog Paraíba Plus Size, a loira de olhos verdes, foi eleita para representar a Paraíba no Miss Plus Size Nordeste 2013, evento que acontece amanhã, domingo (15), às 19 horas, em Fortaleza, no Centro de eventos do Ceará.




O miss Nordeste 2013 é a segunda edição do concurso de beleza que elege a nordestina plus size mais bonita do Brasil. Todos os estados do Nordeste terão suas representantes e a Paraíba vai lutar pelo título com Berlanya Brito.








 

Indagada como conquistou o título de plus size mais bonita da Paraíba e como foi parar no Miss Nordeste, Berlanya conta que foi convidada pelo evento.


“Como fui considerada a Miss Paraíba Virtual em 2012, poderia ter concorrido ao Miss Nordeste no ano passado, mas como não pude participar porque estava grávida, esse ano recebi o convite da organização e fiz minha inscrição. Espero poder representar bem o meu estado”.



Essa jovem escorpiana do dia 17 de novembro de 1983, casada e mãe de três filhos, Dimitri, Yuri e Andrei, tem se preparado muito para fazer bonito no concurso que vai coroar a mais bela plus size do nordeste.



Cuidados especiais com cabelo, pele e alimentação. Além disso, participações em programas de tv, book fotográfico e desfiles, tudo para deixar a sua marca de beleza e simpatia em toda a parte.  


Nós paraibanos desejamos sorte e parabéns para nossa representante Berlanya Brito e também que ela possa representar o que nossa Paraíba tem de melhor: seu povo, sua garra, força e sua diversidade através de sua beleza, simpatia e inteligência.


Confira abaixo as musas que estarão na disputa do Miss Plus Size Nordeste 2013:



 Fotos: Evento e Bia Pias

PB Agora

Sobreviventes da boate Kiss reclamam de abandono do SUS




Sobreviventes da boate Kiss reclamam de abandono do SUSQuase oito meses depois do incêndio que deixou 242 mortos em Santa Maria (RS), sobreviventes enfrentam dificuldades para conseguir cirurgias e medicamentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Queimaduras e problemas respiratórios acompanham jovens que passam por tratamento que não tem data para acabar. “Tem sido muito difícil, não foi minha culpa sobreviver. Acham que eu tenho de dar graças a Deus porque estou viva, mas não é assim”, disse a auxiliar administrativa Malu Dias dos Santos, de 25 anos.

Além da saúde fragilizada, a tragédia causou impacto financeiro nas famílias das vítimas, que pagam até R$ 500 por mês em medicamentos. Para eles, a atenção do governo ficou imperceptível assim que o caso perdeu força na imprensa. O problema motivou a Associação de Vítimas da Tragédia de Santa Maria (AVTSM) a encaminhar um ofício ao Ministério da Saúde, na última segunda-feira (9), com os relatos de seis vítimas. Entre os depoimentos, o órgão cita o caso de Maiara Felipetto que não tem condições de comprar sua medicação e está há três meses sem tratamento.

A sensação de abandono veio três meses após a tragédia, segundo os sobreviventes. “O acesso aos exames e medicamentos pioraram e a fila [do SUS] cresceu. Ouvi falar que os remédios chegarão em um ano, mas preciso deles agora, estou doente agora. Não fico chateada pelo dinheiro, mas pelo abandono. [Governo estadual e federal] precisam se importar com os que ficaram”, desabafou Malu, que deixou Santa Maria para viver com a família em Santana do Livramento. “Ainda é difícil passar lá perto [da boate Kiss].”

Para a estudante, a aparência das suas mãos, braços e antebraços, que foram queimados no incêndio, não é o maior de seus problemas. Ainda com limitações pulmonares, entre crises de tosse e rouquidão, Malu contou ao iG que precisa de ao menos cinco remédios para o sistema respiratório, queimaduras e enxerto e para apoio psicológico. Além disso, tem de ser acompanhada por seis especialidades médicas. “As consultas consigo razoavelmente fácil pelo SUS, mas aí o médico pede um exame e entro numa de fila de espera de até dois meses. Eu já poderia estar melhor, mas esses atrasos só prolongam os meus problemas”. Nos últimos dois meses, Malu desenvolveu um síndrome pós-traumática e tem tido problemas de memória. “Acordei sem saber a data que meu filho nasceu”.

Já o professor do curso de medicina veterinária, Gustavo Cadore, de 32 anos, que teve 40% do seu corpo queimado na Kiss, ouviu em março que precisaria de uma cirurgia de urgência chamada artrodese de dedo, intervenção para fixar o dedo mínimo da mão esquerda que foi comprometido. Após receber o mesmo diagnóstico de oito médicos, ele estava disposto a pagar a intervenção de R$ 8 mil. No entanto, na última semana, conseguiu uma consulta para o dia 15 no Hospital Cristo Redentor, de Porto Alegre, especializado no tratamento de queimados.

Esperançoso, Cadore acredita que desta vez conseguirá a tão esperada correção que dará mais independência na área profissional. “Tenho medo que [o problema] acabe alcançando os outros dedos ou evolua para uma infecção óssea. Com a cirurgia posso me dedicar melhor ao trabalho e seguir a minha vida”. No momento, o professor toma dois remédios, um para o pulmão e outro de controle psicológico. “Mas estou bem”, garante. Ele ainda precisa hidratar as queimaduras quatro vezes por dia com uma pomada que custa em média R$ 160 e que não dura o mês inteiro. “Guardo todas as notas fiscais. Quem sabe um dia poderei recuperar todos esses gastos.”

Ter feito parte da tragédia da boate Kiss marcou a vida e mudou as ambições de Naiara Hennig Neuenfeldt, de 20 anos, estudante de tecnologia em alimentos da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). “Inalei tanta fumaça que perdi as forças e caí. Na hora pensei: ‘Acabou, vou morrer aqui’. Até que senti o calor do fogo e comecei a pensar na minha família”, narrou a estudante o momento em que centenas de jovens tentavam deixar a boate após anúncio de fogo. “Depois de tudo que eu passei, olho tudo com outros olhos. Não tenho idade para perder tempo."

Naiara teve a traqueia e cordas vocais queimadas e um derrame pleoral, acúmulo de líquido no pulmão, o que demanda sessões diárias de fisioterapia no Centro Integrado de Atenção às Vítimas de Acidente (Ciava), montado no Hospital Universitário (Husm), onde a maioria das vítimas é tratada. Após receber alta do Hospital Caridade, onde passou 20 dias internada e uma semana em coma induzido, a estudante contou para a família que não estava contente com a faculdade. “Sempre quis medicina e depois do acidente tive coragem para largar tudo e tentar de novo”. A pedido da família a jovem continua na mesma turma, mas faz cursinho para o próximo vestibular.

Assim como outros sobreviventes, ela compra apenas parte de sua medicação (dois remédios para o pulmão e um spray nasal) porque conta com a ajuda de uma pneumologista do seu convênio. “Ela consegue parte dos meus remédios com o laboratório, mas não sabe até quando poderá ajudar”. Outro problema recorrente no HUSM, segundo a jovem, é a falta de medicamentos e aparelhos. “Até os funcionários reclamam”. Naiara citou ainda a falta de um exame que seria importante para as vítimas, o teste de difusão. “É um exame importante para checar a capacidade pulmonar de cada paciente. Não fazemos mais porque o aparelho estragou há sete meses.”




IG

Android tem quase mil aplicativos falsos




Android tem quase mil aplicativos falsos Um relatório da Symantec, fabricante do Norton antivírus, alerta que o número de aplicativos fraudulentos publicados no Google Play Store, a loja do Android, sofreu um aumento significativo no mês de agosto. Os dados sobre segurança em dispositivos móveis mostram quase mil softwares que receberam 8,5 mil downloads na plataforma do Google.

O número corresponde a 40% do total de aplicativos falsos publicados nos oito primeiros meses de 2013, aproximadamente 2,5 mil. Eles são normalmente publicados no início da noite, fazendo com que só sejam detectados pelo Google no dia seguinte. Pelo menos um aplicativo malicioso é publicado por dia na loja do Android e o tempo de sobrevivência do falso software aumenta quando isso acontece durante o final de semana.

Outro dado importante é que todos os meses surgem novos tipos de aplicativos com novas táticas para atrair usuários. A boa notícia é que as novas variantes não têm sido bem sucedidas e desaparecem rapidamente da Google Play Store. Segundo a Symantec, o mesmo grupo de desenvolvedores publica cerca de 97% dos aplicativos perigosos.

A variante que têm feito mais sucesso inclui links para vários sites adultos, com um ou dois links que redirecionam para sites fraudulentos. A tática usada por estes sites é convencer as pessoas a pagarem taxas absurdas para poderem acessar vídeos pornográficos. O pagamento chega a cerca de US$ 1 mil (cerca de R$ 2,28 mil), o que, de acordo com a Symantec, é “um valor muito acima do cobrado pelos serviços legítimos” na Internet.

A tática de misturar links maliciosos com legítimos faz com que os aplicativos pareçam originais e driblem as rotinas de segurança. Eles também usam redirecionadores de URL para aumentar a dificuldade de detecção automática dos sistemas de segurança.

Além de aplicativos falsos, há outros que usam nomes ou trechos de nomes de aplicativos famosos mas não oferecem o mesmo serviço, se aproveitando da popularidade na loja.



Tech Tudo

Para TV inglesa, brasileiro só gosta de ver sexo e sangue




Para TV inglesa, brasileiro só gosta de ver sexo e sangue“Eu tenho a teoria de que a televisão é a janela para a alma de uma nação”. É assim que começa o episódio sobre o Brasil do programa de televisão britânico “The Greatest Shows on Earth” (Os melhores programas do mundo, em tradução livre).

Exibido em junho na TV britânica, só agora o episódio ganhou notoriedade entre brasileiros nas redes sociais.

Se a teoria da apresentadora Daisy Donavon estiver correta, a alma do Brasil é uma mistura perversa de sexo e morte. Ou pelo menos é essa a conclusão a que ela chega após passar uma temporada no país, conhecendo alguns programas da TV aberta.

“A televisão aqui valoriza o teatro do extremo, da beleza do corpo das mulheres a programas que exploram casos de polícia”, explica no começo da reportagem.

Daisy busca exemplos fortes para comprovar sua teoria. A competição “Miss Bumbum”, exibida por um canal da TV aberta, é alvo de detalhada análise.

“Estou exposta a um festival da carne”, impressiona-se a apresentadora enquanto assiste à cena de um programa de auditório em que um cirurgião plástico descreve um bumbum perfeito.

Ela chega a participar de uma pegadinha com uma das participantes para entender melhor o que motiva essas meninas a se exporem dessa forma. Conclusão: “no Brasil, o bumbum pode te levar a lugares”.

Uma das concorrentes, apesar de participar da competição, explica como funciona. “Para a gente entrar na TV e na mídia, muitas vezes a gente tem que entrar pela porta dos fundos. Temos que mostrar primeiro nossa beleza, pra depois mostrar o que temos por dentro e a capacidade intelectual”.

“O que me parece ser um programa degradante e sadomasoquista é transmitido, incrivelmente, às 21h de um sábado para 10 milhões de espectadores”, explica, incrédula, a apresentadora ao público inglês.

Sem limites

E ainda questiona: “se a televisão brasileira está disposta a tratar as mulheres dessa forma em sua busca por espectadores, existe algum limite que ela não cruzaria?”.

A resposta vem banhada em sangue. A jornalista britânica vai ao norte do país para conhecer melhor o que considera uma forma inesperada de entretenimento: os sangrentos programas policiais. “É isso que as pessoas assistem como entretenimento na hora do almoço?”

“Meu Deus, esse país não é para os de coração fraco”, conclui.



Exame 

Jon Jones revela interesse em superluta contra Anderson Silva




Jon Jones revela interesse em superluta contra Anderson SilvaO campeão dos meio-pesados do UFC, Jon Jones, revelou que acredita na possibilidade de enfrentar o brasileiro Anderson Silva nos octógonos, apesar do confronto já ter sido descartado pela organização do evento após a derrota de Spider para Chris Weidman.  

“Tudo que Anderson Silva tem que fazer é vencer sua próxima luta contra Chris Weidman, no UFC 168, de forma decisiva. O interesse continua existindo. A superluta ainda está valendo. Nunca tive muita vontade de enfrentar Anderson Silva, para ser honesto. Sabia que essa luta poderia acontecer, mas eu nunca tive qualquer desejo de ser o único a vencê-lo ou qualquer coisa assim”, disse Jones.

Jon Jones também comentou a derrota de Anderson para Weidman em julho. O norte-americano estava presente no evento e assistiu de perto a derrota do brasileiro. “Assistir ao UFC 162, quando Anderson foi nocauteado em cerca de cinco minutos foi uma loucura. Só de estar lá e presenciar algo assim é insano. Ver um grande campeão e um legado inteiro acabar daquela forma foi humilhante. Me fez ver que isso pode acontecer com qualquer um. Você tem que levar tudo e todos a sério, e você tem que respeitar o esporte. Mas, ao mesmo tempo, ainda acredito que Anderson pode voltar. Ele ainda é o melhor, mas perdeu”, comentou.

Jon Jones defende o título dos meio-pesados no próximo dia 21 de setembro, na luta principal do UFC 165. O norte-americano enfrenta o sueco Alexander Gustafsson, no Canadá. Já Anderson Silva tem a chance de recuperar o cinturão dos médios na revanche contra Chris Weidman, no UFC 168, dia 28 de dezembro, em Las Vegas (EUA).




 Lancenet

Seca no sertão e inverno no brejo revelam fenômeno climático típico da Paraíba




                              Seca no sertão e inverno no brejo revelam fenômeno climático típico da Paraíba

Quem atravessa a Paraíba de um canto a outro, se surpreende com os diversos contrastes climáticos e paisagísticos. A paisagem muda de acordo com a região, um fenômeno climático típico da Paraíba. Seca, sol causticante, açudes secos e cemitérios de animais na beira da estrada, compõem o cenário do Sertão, Cariri e Curimataú paraibano.

Em cidades como Sumé e Monteiro, no Cariri do Estado, a paisagem sem vida revela que há muito tempo não chove na região. O imenso deserto desaparece do alcance da vista. Apenas os pés de mandacaru e outras plantas da região, resistem a longa estiagem. Esta semana o PB Agora percorreu parte dessa região, e viu o cenário desolador.

Em compensação, em outra região da Paraíba, a realidade é outra. A paisagem verde revela que a chuva caiu recentemente. Entre Guarabira e Areia no Brejo, as estradas estreitas e de curvas fechadas, extremamente perigosas, são tomadas por uma vegetação verde. As árvores e plantas de diversas espécies tornam as serras do Brejo paraibano em um cenário de cartão postal. A meteorologista da Agência Executiva da Gestão das Águas (AESA), Marlen Bandeira, explicou que esse fenômeno é bem característico da Paraíba. No território paraibano, as quatro estações do ano – inverno, verão, outono e primavera – não seguem o ciclo traçado pelos livros de geografia.

De acordo com Marlen Bandeira, nas regiões que hoje estão secas, o período de inverno dura entre janeiro e abril, e já terminou. Além do mais, nessas regiões – Sertão, Cariri e Curimataú – este ano choveu abaixo da média, agravando a vida sofrida do homem do campo. Nas outras regiões, onde o verde predomina como é o caso do Brejo, Litoral e até Agreste, o período invernoso dura entre os meses de abril até julho, sendo que este ano, as chuvas se prolongaram até este mês de setembro.

Ela observou que o prolongamento da seca no Sertão, e, consequentemente, a transformação da vegetação, é uma característica do semiárido. “São fenômenos característicos da Paraíba, mas absolutamente normais” explicou Marlem Bandeira em entrevista ao PB Agora.

Desertificação - Entre a seca e o inverno, a desertificação no território paraibano tem avançado de forma preocupante a cada dia. Os especialistas alertam que se nada for feito e se o estado atual de degradação ambiental continuar, é provável que em 100 anos, o Semiárido paraibano esteja totalmente árido. Isso significa que a vegetação da Paraíba corre sérios riscos de desaparecer de vez, o que seria catastrófico para a população.

O Estado, um dos mais atingidos pela desertificação pode virar deserto no futuro. Atravessando uma das mais rigorosas secas dos últimos 50 anos, a Paraíba sente os efeitos drásticos da longa estiagem e tem uma noção do que pode está reservado para o futuro. A Paraíba, conforme alertou o ambientalista Roberto Almeida, com base em dados da organização internacional Greenpeace, e da Associação de Proteção da Natureza (APAN), está em adiantado estado de desertificação, ocupando o 1º lugar no Brasil.

De acordo com os dados repassados pelo ambientalista com base no relatório sobre mudanças climáticas elaborado pelo Greenpeace, mais de 72% do território do estado da Paraíba está suscetível ao processo de desertificação. Isso significa que 1,66 milhão de pessoas - a metade da população paraibana - está sofrendo com os drásticos efeitos do processo devastador. "Esse processo tem avançado. A Paraíba é o Estado do país mais atingido pelo processo de desertificação do tipo muito grave", alerta o ambientalista Roberto Almeida.

Na Paraíba 208 dos 223 municípios - 93,27% estão suscetíveis a desertificação - e o processo avança a cada dia. Um levantamento feito pela Sudema da qual, Roberto é superintendente em Campina Grande, revela que pelo menos 68% das matas paraibanas sofreram alguma interferência do homem e estão com sua fauna e flora comprometida afetando diretamente mais de 1milhão de paraibanos. As regiões com maior grau de ocorrência de desertificação apontadas no documento são o Seridó oriental e ocidental - composto por municípios como Barra de Santa Rosa, Salgadinho, Frei Martinho, Cuité e Picuí - e o Cariri ocidental. Seca pode deixar municípios sem água

A seca que castiga o Nordeste, particularmente, as regiões do semiárido da Paraíba, já estão trazendo consequências na vida de muitos paraibanos. Gado morrendo de sede, açudes secos e colapso no sistema de abastecimento.

As chuvas que caíram no final de abril em todas as regiões da Paraíba não foram suficientes para abastecer os mananciais nas áreas mais críticas. Conforme relatório de monitoramento dos mananciais do estado feito pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) alguns açudes localizados no Cariri, Curimataú e Sertão estão quase secos. Em cinco açudes há menos de 1% da água que pode comportar. O Açude Epitácio Pessoa em Boqueirão por exemplo, está com menos de 45% de sua capacidade. O açude, responsável pelo abastecimento de Campina Grande e mais 20 cidades do Compartimento da Borborema, está perdendo até 2 centímetros de água por dia devido a evaporação, e o consumo.

Por conta da escassez de água, pelo menos sete municípios da Paraíba já estão em colapso nos seus abastecimentos de água para consumo humano e outros 19 convivem com racionamento e 12 cidades já estão em colapso. Uma população estimada em quase 357 mil habitantes, nessas 25 cidades, enfrenta uma situação crítica no fornecimento de água tratada. Cidades como Nova Palmeira, Barra de São Miguel, Areia, Umbuzeiro, Remígio, Esperança, Aroeiras, Gado Bravo, Belém, Caiçara, Logradouro, Alagoa Grande, Serraria, Arara, Casserengue, Solânea, Bananeiras, Cacimba de Dentro e Araruna, estão atravessando um racionamento.

De acordo com o levantamento da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), mais 15 municípios estão seriamente ameaçados devido ao baixo nível dos reservatórios. De acordo com dados da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), 19 reservatórios estão com situação extremamente crítica, com menos de 7% da capacidade total.

Dos municípios com açudes que apresentam entre 0 e 3% estão o de Emas, que suporta pouco mais de dois milhões de metros cúbicos, mas tem apenas 17,6 mil (0,9% do seu total); o açude Serrote, que abastece Monteiro, tem 16 mil metros cúbicos de água (0,3% do total de 5,7 milhões de metros cúbicos que ele comporta); e o de Ouro Velho tem 2,5 mil metros cúbicos de água (0,2%, de 1,7 milhão de sua capacidade). Esses municípios ficam localizados na região do Cariri paraibano.

No Sertão, o manancial de São Mamede tem 157 mil metros cúbicos, o que representa 1% dos 15,7 milhões de sua capacidade de acúmulo; Chupadouro I, em São José do Rio do Peixe, tem 36,9 mil metros cúbicos, 1,3% da capacidade total de 2,8 milhões. O gerente regional de bacias hidrográficas da Aesa, Isnaldo Costa, explicou que a situação nas regiões do Cariri, Curimataú e Sertão é preocupante devido à chegada do final do período chuvoso nestas regiões.

“Os principais açudes do estado ainda não tiveram uma recarga suficiente. As chuvas que caíram nos últimos dias não foram suficientes, ainda é preciso racionalidade no uso da água. As chuvas que caíram na Paraíba foram chuvas finas ou moderadas, que não são suficientes para reabastecer os mananciais. Os açudes do Brejo ainda podem voltar à capacidade normal, devido à localização da quadra chuvosa, mas os açudes do Cariri, Curimataú e Sertão devem continuar em situação de alerta”, comentou Isnaldo Costa. Ele defende o uso racional da água.

 

PB Agora

Médicos estrangeiros desembarcam na Paraíba neste sábado




Médicos estrangeiros desembarcam na Paraíba neste sábadoNeste sábado (14), às 7h30, os 13 médicos estrangeiros que atuarão na Paraíba, dentro do Programa Mais Médicos, do Ministério da Saúde, desembarcam no aeroporto Castro Pinto. De lá, seguem para o Centro de Treinamento da Polícia Militar, em Mangabeira, onde ficarão hospedados e farão uma semana de atividades, promovida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). No dia 23, eles viajam para os municípios onde irão trabalhar.


Durante esta semana de capacitação, diariamente, eles conhecerão a situação da saúde do estado; o Plano Estadual de Saúde; a regionalização das ações e serviços da saúde e o perfil epidemiológico da Paraíba. Dos 13 médicos estrangeiros que trabalharão na Paraíba, nove são cubanos; dois espanhóis, um uruguaio e um brasileiro formado na Espanha. Os municípios de Aguiar, Baraúnas, Damião, Gado Bravo, Pedra Lavrada, Picuí, Santana de Mangueira, Serra Grande e Taperoá receberão os médicos cubanos. Já os médicos espanhóis vão para as cidades de Água Branca e Baía da Traição; e Areia e Cacimba de Dentro receberão os médicos uruguaio e o brasileiro formado na Espanha.


Desde o dia 3 de setembro, 47 médicos brasileiros estão trabalhando na Paraíba, nos seguintes municípios: João Pessoa (20); Bayeux (2); Areia (2); Alagoinha (1); Bananeiras (1); Barra de Santana (1); Belém do Brejo do Cruz (1); Caaporã (1); Cacimba de Dentro (1); Cajazeirinhas (1); Catingueira (1); Caturité (1); Conde (1); Cruz do Espírito Santo (1); Cubati (1); Ingá (1); Itapororoca (1); Juripiringa (1); Lucena (1); Nova Floresta (1); Pocinhos (1); São Miguel de Taipu (1); Serra Redonda (1); Solânea (1); Tavares (1) e Vieirópolis (1).


O regime trabalhista é de 40 horas semanais e a remuneração será uma bolsa no valor de R$ 10 mil. A estimativa é que o Programa Mais Médicos beneficie mais de 180 mil paraibanos.


Programa Mais Médicos - O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê mais investimentos em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez e ausência de profissionais.


Com a convocação de médicos para atuar na atenção básica de municípios com maior vulnerabilidade social e Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), o Governo Federal garantirá mais médicos para o Brasil e mais saúde para a população.



Assessoria

Presidiário é espancado até a morte, no presídio do Roger




Presidiário é espancado até a morte, no presídio do RogerO detento Edson Gomes de Oliveira, de 32 anos, foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira (13), dentro da Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega, o Róger, em João pessoa.


O delegado de homicídios, Pedro Ivo, confirmou que o detento foi espancado até a morte por outros presidiários. O corpo estava na cela 9 do pavilhão 4.


De acordo com o delegado, na cela estavam 21 apenados e Edson Gomes foi assassinado por chutes. O crime teria sido motivado por ciúmes. Inicialmente, Linconl Gomes, diretor adjunto da unidade, informou que os presidiários disseram que o apenado começou a passar mal durante a madrugada, mas eles não pediram socorro. Na manhã desta sexta, o preso estava em óbito.


“O preso foi assassinado dentro da cela e indiciamos seis detentos pelo crime. Os apenados disseram que Edson Gomes teria assediado as mulheres deles”, disse o delegado da Polícia Civil.


O corpo foi encaminhado para a Gerência de Medicina Odontologia Legal (Gemol).

Arma de PM dispara durante briga e atinge sobrinho no rosto




Arma de PM dispara durante briga e atinge sobrinho no rostoNesta sexta-feira (13), um adolescente de 17 anos foi baleado, com um tiro no rosto, na cidade de Cuitegi, após uma  briga com o PM Marcos Antônio Trindade, de 52 anos, que é seu tio.

De acordo com informações da polícia, o menor é usuário de drogas, tem três passagens pela polícia e na última quarta-feira (11), teria destruído a casa da avó, mãe do PM, além de ameaçá-la de morte.


Nesta sexta-feira, o major foi até a casa da mãe e terminou entrando em uma briga corporal com o sobrinho

. Segundo informações de testemunhas que estavam no local no momento da discussão, a arma do PM disparou acidentalmente atingindo o rosto do menor.

A vítima foi socorrida para o Hospital Regional de Guarabira. A bala encontra-se alojada próximo ao maxilar. O adolescente está e estado grave e será transferido para o hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.


sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Prefeitura de Pitimbu realiza obras de reforma e ampliação em escolas da rede municipal de ensino






Firmando mais um compromisso assumido durante a campanha, a Prefeitura de Pitimbu prioriza a qualidade da educação na cidade. Várias reformas e ampliações estão em andamento. As escolas Maria do Socorro Menezes ,Celerino Francisco e Eleonor Freire em Acaú, e a escola Maria Tavares, na sede do município, estão passando por melhorias e suas instalações começaram a ser ampliadas.
No mês de abril, a Escola Nossa Senhora de Fátima foi entregue totalmente reformada à comunidade de Pontinha.  Ainda seguindo a política de qualidade na educação,carteiras foram reformadas e substituídas, todos os alunos da rede municipal de ensino receberam fardamento e kits escolares.
O objetivo é oferecer melhores condições de aprendizado aos alunos, além de elevar o IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) de Pitimbu.
Para o prefeito Leonardo Barbalho, “a educação é uma área de grande importância e estratégia para o desenvolvimento da cidade e do seu povo”. Ele ainda lembrou que todas essas intervenções foram feitas com recursos próprios e que a Prefeitura Municipal está determinada a expandir cada vez essas melhorias.




Assessoria

Convite: Audiência pública para construção do PPA - PLANO PLURIANUAL -2014/2017






Convidamos a todos para construirmos juntos o futuro da nossa cidade.

Dia: 14 de Setembro de 2013
Hora: A parti das 9h
Local: Polo da UAB

Contamos com a sua presença.


Assessoria

Correios da Paraíba entram em greve por tempo indeterminado




Correios da Paraíba entram em greve por tempo indeterminadoOs Correios da Paraíba deram início na manhã desta sexta-feira, 13, a mais uma greve. A categoria reivindica 47% de reajuste salarial, retroativo de 7,6% referente ao período de janeiro a agosto do ano corrente, segurança e contratação de mais 50 novos servidores.

Segundo informações do diretor do Sindicato dos Correios de Campina Grande, Pedro Belino, a adesão se deu graças aos estados de São Paulo,Rio de Janeiro, Tocantins, Pernambuco, que já deflagraram greve durante esta semana.

- A expectativa é que tenhamos a adesão de todos os estados. Neste momento 70% do fluxo postal está parado no Brasil, e não adianta fazer postagem de encomendas porque não vamos fazer a movimentação. A greve atinge todas as categorias e é por tempo indeterminado, estamos esperando a proposta nacional e a regional para termos certeza se vamos dar ou não continuidade - disse o sindicalista.

OUTRO LADO

Correios oferece 8% de reajuste para encerrar paralisação parcial

A reunião realizada na noite desta quinta-feira (12) entre os Correios e os sindicatos de Bauru, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, São Paulo e Tocantins resultou em proposta para o término da paralisação parcial dos trabalhadores da ECT: 8% de reajuste nos salários (reposição integral da inflação do período, de 6,27%, e aumento real de 1,7%) e 6,27% de reajuste em todos os benefícios. Além disso, a proposta contempla pagamento de vale-extra no valor de R$ 650,65, a ser creditado em dezembro, e Vale-Cultura, dentro das regras de adesão ao programa implementado pelo Governo Federal. A mesma proposta também foi apresentada ontem para a Fentect- Federação Nacional dos Trabalhadores dos Correios, e será levada para aprovação em assembleias.

Os sindicatos de Bauru, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, São Paulo e Tocantins realizam assembleia já no final da tarde desta sexta-feira (13).

Serviços — Mesmo com 10 dos 35 sindicatos do Brasil com paralisação decretada, a maior parte dos trabalhadores dos Correios não aderiu ao movimento: hoje, 92,15% do efetivo compareceu normalmente ao trabalho – o que equivale a 114.696 empregados, número apurado por meio de sistema eletrônico de presença. Na Paraíba, 83,06% do efetivo está trabalhando, o que corresponde a 1358 empregados. Toda a rede de atendimento dos Correios continua aberta e todos os serviços, inclusive o SEDEX e o Banco Postal, estão disponíveis — com exceção da entrega e postagem de encomendas com hora marcada e Disque Coleta nos seguintes locais: Pernambuco, Paraíba, Rio de Janeiro, Tocantins, Rondônia, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Os Correios mantiveram ontem 78% da carga em dia, o que equivale a 22,8 milhões de cartas e encomendas. O restante continua sendo encaminhado no fluxo postal. Para garantir a prestação de serviços à população, os Correios já estão aplicando o Plano de Continuidade de Negócios. Entre as medidas que podem ser adotadas estão o deslocamento de empregados entre as unidades, realização de horas extras e mutirões para entrega nos fins de semana.







PB Agora

Estado realiza Conferência Cultural




Estado realiza Conferência CulturalDe 19 a 21 de setembro, será realizada na cidade de Sousa a 3ª Conferência Estadual de Cultura, tendo como tema “Uma política de Estado para a cultura: desafios do Sistema Estadual de Cultura”. Entre os meses de maio e agosto deste ano, a Secretaria de Estado da Cultura, através de sua Gerência de Articulação Cultural, acompanhou a realização de conferências municipais e intermunicipais, que agregaram 128 cidades da Paraíba. Participaram municípios de todas as regiões do estado, contando com a presença de gestores culturais das cidades, do Estado e do Ministério da Cultura, bem como agentes culturais da sociedade civil, movimentos sociais e entidades do setor. 

Ao todo, foram eleitos 435 delegados, sendo 264 da sociedade civil e 171 do Poder Público. Para o Secretário de Cultura, Chico César, “a realização da Conferência em Sousa, no sertão paraibano, é fundamental para a descentralização do debate na área de políticas públicas, especialmente da Cultura. Essa decisão vem como resposta ao fato da Cultura ter sido a segunda prioridade eleita na audiência do Orçamento Democrático daquela região. E isso ratifica a idéia de que o estado não se resume a João Pessoa e Campina Grande”.   

Para o gestor, a Conferência também será um importante espaço de formação e elaborações consistentes para a política cultural da Paraíba. “Teremos diversos convidados do Brasil inteiro, e o grande desafio é mesclar o saber teórico, os diversos conceitos de políticas culturais, com o fazer cultural, propondo consensos sobre as prioridades para o desenvolvimento do setor no âmbito estadual”.   

Compõem a programação da Conferência importantes pesquisadores e gestores culturais do país, dentre eles Albino Rubim, Secretário de Cultura da Bahia; Célio Turino, historiador e gestor cultural; Tarciana Portella, gestora do Instituto Delta Zero para o Desenvolvimento da Economia Criativa; Alemberg Quindins, diretor da Fundação Casa Grande; Bruno Bolay, representante da Embaixada da França no Brasil; Viviane Queiroz, gestora de cultura do Centro Cultural Banco do Nordeste; João Roberto Peixe, designer, arquiteto e gestor cultural; Bernardo Mata Machado, Secretário Substituto da SAI/MinC; e Afonso Oliveira, produtor cultural e criador do Método Canavial. 

Conferência debaterá criação do Sistema Estadual de Cultura A Conferência é um espaço de mediação entre sociedade civil e poder público, e tem o objetivo de elencar as demandas prioritárias a serem desenvolvidas enquanto políticas públicas. Neste sentido, a Secult-PB anuncia que ganharão destaque os debates em torno da reformulação do Fundo de Incentivo à Cultura Augusto dos Anjos (FIC) e da aprovação do Plano Estadual de Cultura da Paraíba. O FIC existe desde 2003, tendo recebido em 2012 seu maior investimento, com recursos que totalizaram R$ 3 milhões de reais, destinados a dez áreas da cultura. Sua reformulação é uma das grandes demandas apresentadas pelo movimento cultural, pauta que a Secult-PB intenciona avançar através de um diálogo estreito com os agentes culturais. Na ocasião, será apresentada uma versão revisada do Plano Estadual de Cultura, instrumento que norteará as políticas culturais a serem implementadas no período de dez anos. De março a abril, o Plano esteve em processo de Consulta Pública, recebendo sugestões da sociedade civil e gestores culturais de toda a Paraíba, e que agora são incorporadas a sua redação. O Plano faz parte do Sistema Estadual de Cultura, e é composto de cinco programas estratégicos, definindo diretrizes, objetivos, ações e metas para as mais diversas áreas da cultura.. Em seguida, o documento revisado será enviado à Assembléia Legislativa para ser aprovado e tornar-se Lei.  

Orientações aos delegados  

A Conferência será realizada no complexo do Centro de Treinamento de Professores, onde ocorrerão palestras, plenárias e debates dos eixos e subeixos temáticos. Ao chegarem no local de realização, os participantes serão direcionados ao credenciamento, aberto a partir das 14h, onde receberão seus materiais, bem como as orientações sobre hospedagem e alimentação. O traslado dos participantes entre o município de origem e a cidade de Sousa será de responsabilidade das prefeituras, cabendo aos delegados eleitos buscarem informações sobre lugar e horário de saída com os órgãos responsáveis pela gestão cultural local.  Para maiores informações, a Secult-PB disponibiliza o e-mail conferenciadeculturapb@gmail.com para contato com os delegados eleitos nos municípios e os gestores culturais. 


Secom - PB

Governo distribui vacinas contra raiva




Governo distribui vacinas contra raiva A Secretaria de Estado da Saúde, (SES), por meio no Núcleo de Zoonoses, começou nesta semana a distribuição das 800 mil doses de vacina contra a raiva animal com os municípios paraibanos. O dia D da campanha de vacinação será no dia 28 de setembro e a meta na Paraíba é vacinar 607.643 animais, sendo 414.892 cães e 192.751 gatos.


Nesta semana, foi encerrado o calendário de reuniões com todas as Gerências Regionais de Saúde, nas quais foram repassadas todas as informações para os profissionais de saúde com relação à campanha de vacinação contra a raiva animal. De acordo com o chefe do Núcleo de Zoonoses da SES, Francisco de Assis Azevedo, nessas reuniões os profissionais receberam informações sobre a doença, as vacinas, a idade dos animais que serão imunizados e outros detalhes que são importantes para o sucesso da campanha.


Para esta campanha, o Ministério da Saúde enviou 800 mil doses da vacina e desde segunda-feira (9) os imunizantes são distribuídos com as Regionais de Saúde para serem entregues aos municípios. Francisco de Assis Azevedo explicou que estão sendo enviadas 700 mil doses e 100 mil ficarão de reserva na sede da Secretaria de Saúde do Estado para qualquer eventualidade.


Ele disse ainda que muitos municípios já iniciaram a campanha pela Zona rural e outros locais de difícil acesso, ficando o dia 28 para a imunização apenas na área urbana. Serão cerca de 850 postos de vacinação em todo o Estado e de 6 mil profissionais de saúde envolvidos. Os postos funcionarão das 8h às 17h. “Tudo está transcorrendo dentro do previsto e esperamos, mais uma vez, que essa campanha alcance o seu objetivo principal que é imunizar os animais e desta forma prevenir a raiva”, disse Francisco de Assis.


O chefe de Núcleo de Controle de Zoonoses da SES lembrou que pelo quinto ano consecutivo será utilizada a vacina de cultivo celular em cães, que tem uma melhor resposta imunológica e ação mais duradoura e que também faz parte do protocolo assinado pelos países latinos junto à Organização Mundial da Saúde, que pretende eliminar a raiva humana transmitida por cães, principal fonte de infecção no ciclo urbano até o ano de 2015.


Raiva animal – A raiva é uma doença infecciosa aguda, de etiologia viral, transmitida ao homem por meio da mordedura, arranhadura, lambedura de mucosas ou pele lesionada por animais raivosos, provocando uma encefalite viral aguda. A transmissão ocorre quando o vírus rábico existente na saliva do animal infectado penetra no organismo.


A doença acomete o sistema nervoso central, levando ao óbito após curta evolução. É letal em aproximadamente 100% dos casos, por ser causada por um vírus mortal, tanto para os homens quanto para os animais, e a única forma de evitá-la é pela vacinação anual, que não tem contraindicação.


Secom-PB

Polícia confirma fraude em votação




Polícia confirma fraude em votação Seis meses depois, a sessão do Congresso Nacional que derrubou os vetos da presidenta Dilma à redistribuição dos royalties do petróleo parece ainda não ter chegado ao fim. Inquérito recém-concluído pela Polícia Legislativa da Câmara atesta que houve fraude na votação do dia 6 de março. Mais especificamente, na assinatura do deputado Zoinho (PR-RJ), que, apesar de constar da relação dos votantes, estava em viagem no momento da votação.

Os policiais constataram que a assinatura atribuída ao parlamentar na cédula de votação era falsa. Eles também levaram em consideração um cartão de embarque apresentado pelo deputado, demonstrando que Zoinho voava para o Rio no momento em que seus colegas votavam.

A polícia, porém, não conseguiu identificar os autores da falsificação. Por isso, a papelada foi encaminhada ao Ministério Público Federal, ao qual caberá dar andamento ou não ao caso. Derrubados pelos parlamentares dos estados não-produtores, os vetos estão mantidos graças a liminar da Justiça.

A suspeita de fraude na assinatura de Zoinho levou o líder do PR na Câmara, Anthony Garotinho (RJ), com o apoio das bancadas do Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo – os estados mais prejudicados com a manutenção dos vetos –, a apresentar, ainda em março, um requerimento à Mesa Diretora pedindo a anulação da votação.

No requerimento, Garotinho argumentou que o colega de partido não poderia ter votado por estar fora de Brasília e que a assinatura atribuída a ele não conferia com a original. Cartão de embarque de Zoinho mostra que ele embarcou às 20h43 no voo 1629 da Gol naquela noite. A votação só começou após as 23h e se estendeu pela madrugada.

Mas as dúvidas ainda persistem. Sem a conclusão sobre a autoria, parlamentares de estados não-produtores levantam a suspeita de que a fraude tenha sido produzida de maneira proposital por algum integrante das bancadas do Rio ou do Espírito Santo, com o objetivo de anular a sessão. Garotinho diz que a suspeita não procede. “É só conferir a assinatura dos parlamentares das bancadas do Rio, Espírito Santo e São Paulo”, desafia o líder do PR. Caberá ao Ministério Público rever ou não a análise da Polícia Legislativa. O Ministério Público ainda poderá pedir um exame grafotécnico ao Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal.

Batalha no Supremo

O resultado da investigação pode servir de argumento na ação direta de inconstitucionalidade relatada pela ministra Cármen Lúcia no Supremo Tribunal Federal (STF). A relatora do caso já pediu esclarecimentos ao Congresso e admitiu na ação o ingresso de governos estaduais e associações de prefeituras dos estados produtores, contrários às novas regras. O plenário do Supremo ainda precisa analisar o caso e saber se mantém em vigor ou não a sessão que retirou dinheiro dos estados produtores para dividir com os não-produtores de petróleo.

O Congresso aprovou em 2012 a Lei 12.734/12, que redistribuía o dinheiro dos direitos de exploração do petróleo. Estados produtores passariam a ficar com 20% do bolo dos royalties, em vez dos 26,25%. Estados e prefeituras não-produtores teriam direito a percentuais maiores. Mas, em novembro do ano passado, a presidenta Dilma Rousseff vetou cinco trechos do texto da lei, para alívio do Rio e do Espírito Santo.

Em 6 de março, nova derrota dos fluminenses e capixabas: os parlamentares derrubaram os vetos. E estados como o Rio, por exemplo, perderiam R$ 2,9 bilhões a partir dali. A situação financeira dos estados produtores voltou ao normal em 18 de março, quando a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia suspendeu liminarmente a votação.



Congresso em Foco

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Desfile Cívico volta a ser realizado em Pitimbu depois de vários anos.



Os desfiles cívicos  da cidade Pitimbu começaram na quarta-feira (4) nas comunidades dos assentamentos. Pela manhã, a comemoração foi na foi na Apasa e a tarde em Camuncim.  No dia 5 foi a vez de Acaú receber as escolas e educandários, com a participação de grandes bandas marciais e fanfarras.
As homenagens da Semana da Pátria continuaram no dia 6, em Taquara e durante a tarde, a sede do município foi palco das homenagens a Independência. Escolas da rede municipal e estadual de ensino fizeram bonito, levando cores e diversos temas para as ruas. O povo compareceu em massa ao evento, que ocorreu de forma brilhante, atraindo uma multidão de pessoas.
Em Pitimbu, o Deputado Branco Mendes se mostrou bastante satisfeito com realização dos desfiles na cidade. “Está tudo muito organizado. Todas as escolas e bandas estavam de parabéns”, disse ele. Já o prefeito Leonardo Barbalho falou que os desfiles são um atrativo de grande  relevância do município e foi uma promessa de campanha resgatar esse sentimento cívico do povo pitimbuense. “Fiquei muito emocionado ao ver todos cantando o hino da cidade”, comentou o prefeito, reafirmando o compromisso de no próximo ano a festividade alusiva à Independência do Brasil ser ainda melhor.
Os desfiles cívicos de Pitimbu homenagearam, este ano, D. Josefa Barbalho, mãe do Prefeito Leonardo Barbalho e que lecionou por mais de  40 anos no município.
.




Assessoria

Municipalização do Trânsito de Pitimbu





O Prefeito de Pitimbu Leonardo Barbalho vem investindo pesado no Departamento Municipal de Trânsito – DEMUTRAN, cujo objetivo é integrar o Município ao Sistema Nacional de Trânsito através do DENATRAN.

Nesses últimos seis meses foram realizadas duas capacitações para os Agentes de Trânsito, da JARI e servidores do DEMUTRAN, além da aquisição de fardamentos, accessórios, três viaturas equipadas e a nova sede do Órgão de trânsito e transportes no centro de Pitimbu.
O Prefeito vem investindo também na sinalização de trânsito e turística, preparando a cidade para o período de alta estação do verão paraibano, quando o Município de Pitimbu dobra sua população com os veranistas.

Segundo o Prefeito Leonardo Barbalho, com a municipalização, vem:
implantação dos serviços de estacionamento rotativo regulamentado a zona azul;
a redução dos custos hospitalares com a redução de acidentes;
a melhoria da qualidade do trânsito urbano e consequentemente melhoria da qualidade de vida da população com o controle da poluição sonora e ambiental;
as multas municipais por infração à legislação de trânsito; incremento da arrecadação do IPVA, e ainda os serviços de remoção e guarda de veículos;
a possibilidade de profissionalização dos jovens do Município, qualificando-os como técnicos em operação, fiscalização, administração e planejamento do trânsito, e ainda abertura de novos postos de empregos para a população.

Nesta sexta-feira, 6 de setembro Pitimbu recebeu a visita de uma Comissão do Conselho Estadual de Trânsito da Paraíba, constituída por  Dr. João Furtado, Assessor Jurídico e os Assessores Técnicos Francisco Bezerra e Correia de Aragão o objetivo foi realizar a visita de inspeção ao Órgão de Trânsito local.






Assessoria